Escolha uma Página

O desafio lançado pelo Concurso se estabelece em duas linhas distintas:

– A necessidade de infra-estrutura para receber a Estação de Transferência (subida ao Cristo) e a demanda de estacionamento para o Complexo.
– Revitalização do Hotel Paineiras, abandonado e sem uso;

Com relação à infra-estrutura, buscando minimizar o impacto ambiental e paisagístico, optou-se por construir uma nova topografia. Os platôs projetados partem dos principais níveis do terreno, térreo (+ 451,00) e praça (+ 462,00), e prolongam-se sobre a área de intervenção. A forma sugere o traçado das curvas de nível, criando um escalonamento artificial que é atravessado pelo visitante na chegada ao Complexo nas Paineiras, Rio de Janeiro. No caso do Hotel Paineiras buscou-se sobrepor e aproximar os outros itens do programa junto à edificação existente, que será mantida e restaurada. A idéia é criar um uso intenso de público no entorno do hotel, com interesses diferentes, e assim proporcionar maior movimento e diversidade de modo a revitalizar e sustentar seu funcionamento.

Ano: 2009

Equipe de Projeto: Ligia Cury, Ana Slade, Amanda Mengel, Melissa Paro, André Zupekan (computação gráfica 3D) e Thais Canavazes.

Não executado